PMDB de Minas realiza a substituição oficial do cargo da presidência do recém-empossado ministro da Agricultura para Saraiva Felipe

1_pmdb_1011.jpg.g

A Executiva do PMDB de Minas Gerais reuniu-se, na manhã de hoje, 25 de março, com o objetivo de realizar a substituição oficial do cargo da presidência estadual do recém-empossado ministro da Agricultura para o deputado federal Saraiva Felipe.

O encontro contou com a participação do Ministro da Agricultura, Antônio Andrade, Senador Clésio Andrade, ex-ministro Hélio Costa, ex-governador e deputado federal Newton Cardoso, ex-senador Ronan Tito, dos membros da executiva, 1º vice-presidente, deputado estadual Ivair Nogueira, o primeiro-secretário, Vanderlei Miranda, o tesoureiro-adjunto, deputado estadual Tadeu Martins Leite, do vogal, João Alberto Paixão Lages, os prefeitos de Pará de Minas, Antônio Júlio, e também o de Periquito, Geraldo Godoy, além de outras lideranças.

O ministro da Agricultura, Antônio Andrade, deu início à reunião, agradecendo o trabalho da Executiva Estadual que o acompanhou durante os três anos em que foi presidente do PMDB de Minas Gerais.

Segundo ele, toda esta dedicação culminou no resultado positivo alcançado pelo PMDB nas eleições municipais de 2012.

“Estávamos em uma linha decrescente, mas conseguimos fazer 118 prefeituras e obtivemos 200 mil votos a mais do que nas últimas eleições municipais”.

A partir das eleições de 2012, Antônio Andrade acredita que foi possível configurar o momento vivido hoje pelo partido, tanto no quesito união, quanto no que diz respeito à conquista de um ministério por parte do PMDB de Minas Gerais.

O Ministro ressaltou também que, ainda este ano, serão realizadas cerca de 50 reuniões em todo o Estado, objetivando fortalecer as bases do PMDB e buscar candidatos que formem chapa completa tanto como deputados federais, quanto estaduais na disputa das eleições do próximo ano.

O ex-governador Newton Cardoso fez um discurso inflamado sobre a situação econômica na qual se encontra o Estado e sinalizou que, hoje, o governo de Minas não possui lideranças que possam representá-lo no próximo ano.

“Está na hora do PMDB ser o governo do Estado e, para isso, precisamos trabalhar juntos e unidos desde agora”.

Dalva Thomas, representante da presidente estadual do núcleo feminino no Estado, Maria Aparecida Moura, prestou uma homenagem ao Ministro Antônio Andrade, pelo tempo que esteve à frente do PMDB Mineiro e desejou boas vindas ao novo presidente que assume, Saraiva Felipe.

Antônio Júlio, representando os prefeitos do PMDB de Minas Gerais, solicitou ao novo ministro que, em suas atividades dentro da pasta da Agricultura, dê preferência às causas que possam beneficiar o Estado, com a finalidade de retomar o prestígio político que possuía em tempos anteriores.

O deputado estadual Ivair Nogueira, reafirmando as palavras do novo Ministro, Antônio Andrade, destacou que, graças ao trabalho de toda a Executiva e das bancadas federal e estadual, hoje, o PMDB de Minas conquistou vitórias nas eleições municipais e o ministério no governo da presidente Dilma.

“Foi um trabalho feito a várias mãos. Em 2014, com um trabalho ainda mais intenso do que o realizado no passado, temos condições de lançar uma chapa completa de deputados estaduais e federais, além de candidato a governador e ao Senado da República”.

Vanderlei Miranda, deputado estadual e 1º secretário da nova Executiva Estadual, demonstrou entusiasmo com a escolha do nome de Antônio Andrade para o Ministério da Agricultura. Segundo ele, toda a bancada estadual foi unânime no apoio ao seu nome.

O deputado declarou também que a escolha do novo ministro leva Minas Gerais a um momento histórico de importância no plano nacional.

O presidente da Fundação Ulysses Guimarães em Minas Gerais, Itamar de Oliveira, encerrou os discursos que antecederam a fala do novo presidente, ressaltando que o Ministério da Agricultura ser assumido por um presidente da sigla de Minas, marca um novo tempo dentro do PMDB.

“Foram poucos e qualificados nomes que conquistaram, em Minas Gerais, o privilégio de assumir um ministério. Entre eles, temos Anderson Adauto, Hélio Costa e Saraiva Felipe. Agora, nos enchemos de orgulho com o mais novo deles, Antônio Andrade.

O novo presidente, deputado federal Saraiva Felipe, encerrou a reunião, sinalizando que o novo Ministro estará apenas afastado do cargo, mas não se desligando do mesmo.

A escolha do nome de Antônio Andrade, na opinião de Saraiva, demonstra o quanto a união do Partido fortaleceu o PMDB mineiro.

“No plano nacional, nós fortalecemos o compromisso com a presidenta Dilma Rousseff, mas em relação à política em Minas Gerais, temos de ter uma chapa completa de deputados federais, estaduais e um nome do PMDB para representar o governo do Estado”.

Com uma experiência de seis anos à frente do PMDB de Minas Gerais, Saraiva acredita que o PMDB tem condições de crescer mais.

“Começamos este ano um intenso trabalho de viagens pelo interior do Estado. Visitaremos prefeituras e diretórios municipais do PMDB com o objetivo de fortalecer nossa militância e qualificar quadros que possam, no próximo ano, compor nossa chapa de deputados federais e estaduais.

Saraiva Felipe finalizou seu pronunciamento, ressaltando uma ordem do PMDB Nacional de que, em todos os municípios, não apenas de Minas Gerais, mas de todos os Estados brasileiros, o PMDB apoie, no próximo ano, candidato a deputado estadual e/ou federal do Partido. O não cumprimento dessa resolução implica na dissolução do diretório municipal.

PMDB apoia mais uma vez a candidatura própria ao governo de Minas

2_pmdb_1011.jpg.g

A executiva estadual do PMDB reiterou, mais uma vez, seu desejo em ter o senador Clésio Andrade como candidato a governador do Estado, em 2014.

“Os companheiros do PMDB muito me alegram por pensarem no meu nome como viável para o governo estadual. Na reunião, ficou claro que somos da base de apoio ao governo da Presidente Dilma e a indicação do Deputado Antônio Andrade para Ministro mostra a importância do PMDB para a Presidenta. Ao mesmo tempo, o partido reafirma a disposição de ter candidatura própria. Eu, mais uma vez, me coloco à disposição do PMDB, como soldado”, afirmou o senador.

Assessoria de Comunicação PMDB-MG