Presidente da ALMG confirma que é pré-candidato ao governo de Minas

IMG-20180613-WA0035

Em entrevista concedida nesta terça-feira (13), a Rádio Super, o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Adalclever Lopes falou sobre eleições e confirmou o seu nome para disputar o governo de Minas.

Questionado sobre a aliança com o Partido dos Trabalhadores, o parlamentar lembrou que os compromissos foram cumpridos 100% desde que a aliança foi estabelecida para o último pleito. Lopes garantiu que deu sustentabilidade para que o governo de Fernando Pimentel pudesse trabalhar e destacou sua parceria com o Estado.

“Como presidente da Assembleia, eu fiz de tudo para que Minas Gerais não tivesse problemas mais sérios. Eu dei sustentabilidade para que o governo tivesse tranquilidade para governar. E nós tivemos ajuda, inclusive, da oposição”, observou o presidente.

Agora, segundo Adalclever, o MDB que é um partido grande e tem quase 300 prefeitos e vice-prefeitos só no estado de Minas Gerais, 1059 vereadores, 13 deputados estaduais e 5 deputados federais não tem como não lançar candidatura própria. “Eu tenho andado Minas Gerais inteira e tem um clamor por alguém com experiência, porém novo. Eu acho que represento isso”, afirmou.

O deputado Adalclever Lopes que hoje está presidente pela segunda vez consecutiva, tem quatro mandatos de parlamentar na Assembleia Legislativa. Seu currículo na vida pública é extenso. Antes de chegar ao parlamento em 2003, ele encarou um grande desafio como chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Na Assembleia, foi vice-líder do MDB; presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas e membro efetivo da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária. Também foi presidente da Comissão de Defesa do Consumidor e Contribuinte; presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia; vice-presidente da Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas; da Comissão Especial de Pessoas Desaparecidas e Coordenador da Frente Parlamentar Municipalista de Minas Gerais. Também foi líder da bancada do MDB e representante da ALMG na Coordenação do Programa de Controle de Homicídios de Minas Gerais – Fica Vivo.

Questionado sobre a possibilidade de ocupar o Palácio da Liberdade, o presidente da Assembleia falou sobre a necessidade de fazer cortes profundos a exemplo do que foi feito no parlamento e também garantiu pagamentos em dia como forma de sanear Minas. “É preciso trabalhar dentro do planejado, do que é proposto no orçamento. E a forma de sanear o estado é pagar em dia e cumprir com os compromissos previstos na constituição”, reiterou.